Postagens recentes

Release [Literatura Brasileira]

31 julho 2012 1 Comentário
Vidas Secas

Lançado originalmente em 1938, é o romance em que o mestre Graciliano — tão meticuloso que chegava a comparecer à gráfica no momento em que o livro entrava no prelo, para checar se a revisão não haveria interferido em seu texto — alcança o máximo da expressão que vinha buscando em sua prosa. O que impulsiona os personagens é a seca, áspera e cruel, e paradoxalmente a ligação telúrica, afetiva, que expõe naqueles seres em retirada a procura de meios de sobrevivência e um futuro.

Observações: Em 1962, Vidas Secas recebeu o Prêmio da Fundação William Faulkner (EUA) como livro representativo da Literatura Brasileira Contemporânea.


1ª Edição: 1938
Gênero: RomanceÚltima edição brasileira: 112ª (2010)


Comprar 











Editado também:

na Polônia, desde 1950
na Argentina, desde 1958
na República Tcheca, desde 1959
na Rússia, desde 1961
na Itália, desde 1961
em Portugal, desde 1962
em Cuba, desde 1964
na França, desde 1964
na Alemanha, desde 1965
nos Estados Unidos, desde 1965
na Dinamarca, desde 1966
na Romênia, desde 1966
na Hungria, desde 1967
na Bulgária, desde 1969
em Flamengo, desde 1971
na Espanha, desde 1974
na Turquia, desde 1985
na Suécia, desde 1993
no Brasil (em Esperanto), desde 1997, por Leopoldo H. Knoedt
na Holanda, desde 1998
na Espanha (em Catalão), desde 2010

Um comentário:

  1. Espetacularmente merecedor!
    Um mestre precisa sempre ser relembrado e exaltado!

    Bjs da Bia

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário, sua opinião é imprescindível para avaliar nosso trabalho.

Obrigado!