Postagens recentes

Escritora Paula Pimenta faz sucesso entre as adolescentes.

30 julho 2012 2 comentários
Paula, de 36 anos, na sua casa no Mangabeiras: "Sei como é a vida de ir ao cinema, ao clube, aos colégios..."


Se você é pai ou mãe de uma adolescente, não estranhe caso sua filha comece a falar sobre Fani ou Priscila como se fossem velhas amigas do colégio. As duas são protagonistas dos livros da escritora Paula Pimenta, tida como a nova revelação da literatura infantojuvenil brasileira. Sem os vampiros nem os bruxos que fazem tanto sucesso com o público teen, os títulos publicados pela autora belo-horizontina têm personagens comuns, que passam por problemas típicos da idade: as brigas com os pais, os conflitos na escola e as paixões. Desde 2008, quando o primeiro volume foi lançado, mais de 114 000 cópias já foram vendidas — o que, no mercado nacional de ficção, a coloca na lista dos best-sellers.

Fazendo Meu Filme, que marcou sua estreia nas letras, conta a história de Fani, uma menina de 16 anos que mora em Belo Horizonte e está prestes a fazer uma viagem de intercâmbio. É aí que ela descobre estar apaixonada pelo melhor amigo. A obra ganhou três continuações, que narram as experiências da protagonista até os 23 anos. O volume 4, que chegou às livrarias em maio com uma tiragem de 33 000 cópias, já vendeu 15 000 (veja o quadro na pág. ao lado). Segundo a escritora, há três produtoras interessadas em levar as peripécias de Fani para o cinema. "Estou analisando as propostas, não adianta um filme que estraga o livro", diz ela, que publicou também Minha Vida Fora de Série, estrelado por Priscila, uma adolescente paulista que se muda para a capital mineira e tenta fazer amigos onde todos parecem já ter uma turma.

"São histórias bem simples. Falo do que conheço: fui adolescente aqui, sei como é a vida de ir ao cinema, ao clube, aos colégios...", reconhece ela, que namora um policial federal de Varginha. Embora se inspire em suas lembranças, a mineira conseguiu conquistar leitoras de norte a sul do país, provando que os dramas da adolescência independem do endereço. Seus dois fã-clubes mais ativos — sim, ela já tem vários — ficam em Salvador e em Fortaleza.
Texto de: João Renato Faria, Veja BH. 



Fonte: Veja BH.

2 comentários:

  1. Sou curiosa para ler os livros da Paula, mas eles são muito caros!
    Dizem que ela é nossa Meg Cabot, isso me deixa mais curiosa ainda.

    Beijos
    Geê - almaleitora.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ainda não li nem um livro dela, mas todos os comentários sobre são positivos. Se ela é comparada a Meg Cabot é mais um fator para eu ler. Obrigado por comentar! =D

      Excluir

Deixe seu comentário, sua opinião é imprescindível para avaliar nosso trabalho.

Obrigado!