Postagens recentes

NA POLTRONA COM O ESCRITOR #3 André Luiz Vilela Sarausa

12 setembro 2011 Comentar
Olá Leitores, essa é mais uma entrevista da coluna "na poltrona com o escritor". Hoje teremos em nossa poltrona o escritor André Luiz Vilela Sarausa, que está em um projeto para lançar sua primeira obra literária "O Apartamento 200". Ele irá nos contar um pouco do processo de escrever um livro e da dificuldade que um escritor iniciante na vida literária tem ao tentar publicar um livro. Para saber mais sobre o autor e o livro acessem  o blog do livro O Apartamento 200  e a página do livro no Skoob. Peço que visitem as páginas do livro, sigam e ajudem na divulgação, pois nada é impossível quando queremos muito e temos ajuda. Gostei muito de uma frase de Jean Cocteau que a Thalita Rebouças usa muitas vezes: não sabendo que era impossível foi lá e fez.


E.L - Você está prestes a lançar sua primeira obra literária "O Apartamento 200". Como foi o processo de criação?

André - Ah, foi bem legal!Na verdade eu até que escrevi o livro rápido, mas depois fiquei revisando, colocando mais partes, mudando e tal...


E.L - Conte um pouco do seu livro "O Apartamento 200". Como foi para você escreve-lo?

André - O livro O Apartamento 200 , conta a historia de Emily que sempre foi uma mulher muito trabalhadora mas um suposto assalto em sua casa mudou tudo. Tinha inaugurado um novo prédio na cidade, um prédio de duzentos andares. Ela começou a trabalhar muito mais , mas conseguiu se mudar com seu marido e seus dois filhos para o prédio. Ela nunca ficava em casa, mas quando ela chega em casa , e não tem ninguém, o suspense começa... Ela foi encontrar quem estava com os filhos dela, mas o elevador parou no meio do caminho.
Foi bem legal e interessante, eu escrevi a historia bem rapido,mas depois fiquei aprimorando, mexendo nas partes, trocando,acrescentando, é bem legal!

E.L - Na sua opinião, as editoras abrem as portas para novos escritores ou há uma dificuldade na hora de publicar um livro?

André - Não, é bem difícil. Até tem umas que fazem mas voce tem que pagar, e tem algumas que cobram até caro demais.

E.L - Você acha que é um mercado promissor para quem deseja ser escritor no Brasil?

André -  Então...depende muito da pessoa, do livro. Mas viver só da renda de um livro,não sei se é possível no Brasil, pode até acontecer,claro,mas é bem difícil.

E.L  - Na sua opinião, qual a maior dificuldade de um escritor na hora de publicar seus livros?

André - Achar a editora. É a parte mais complicada, e é quase certeza que você terá que pagar seu livro, tem umas que não cobram mais é mais difícil ainda. Por isso tem tanta gente que opina por escolher publicar por demanda, como a bookess, meu livro estava na bookess tambem,mas quero publica-lo de verdade, por isso estou fazendo o projeto com o site Catarse.


E.L - Quais escritores nacionais e internacionais mais te influência na hora de escrever ou mesmo ler?

André - Ah, eu gosto da Stephenie Meyer, JK Rowling, e uma escritora brasileira que estou lendo o livro e gostei muito é Eliane Quintella que escreveu "Pacto Secreto".

E.L - Em entrevista dada na Bienal do livro que está acontecendo no Rio de Janeiro a cantora, atriz e também escritora Hilary Duff disse: Qualquer um pode escrever um livro. Na sua opinião isso é verdade, ou escrever requer grande experiência?

André - Não requer grande experiencia não, se aplica no meu caso, porque quando eu tinha 4 anos, não sabia escrever, mas ainda assim escrevia, pois eu ia falando e minha tia escrevendo.

E.L - Quais gêneros literários você acha que atraem mais os leitores na hora de comprar um livro?

André - Acho que romance, suspense, mistério , policial, aventura... São vários generos e cada pessoa gosta de algum.

E.L  - O que você acha da iniciativa da Bienal do Livro?

André -  Acho muito legal, mesmo ainda não tendo ido a nenhuma, vi fotos e tal, parece muito legal, eu quero ir na próxima.

E.L  - Algumas pessoas criticam obras que trazem referência a outras já existentes. O que você acha disso?

André -Uma pessoa pode muito bem ter lido uma coisa e ter tido inspiração para escrever seu livro, mas se ela copiou está errado. Tem uma diferença entre copiar e ler e se inspirar.

E.L - Dê algumas dicas para quem deseja ingressar no mundo literário?

André - Se for escrever um livro, tem que pelo menos saber o que vai escrever, ter pelo menos o centro da historia, o resto você vai desenvolvendo.





André Luiz Vilela Sarausa
André Luiz nasceu em Araçatuba, atualmente mora em Rio Preto. Sempre gostou de livro e filmes. Escreve desde os 4 anos.








0 comentários:

Postar um comentário

Deixe seu comentário, sua opinião é imprescindível para avaliar nosso trabalho.

Obrigado!